Uma fonte
com história

"Os Romanos são os responsáveis pela
descoberta da fonte de Água das Pedras."

A descoberta do local das Pedras Salgadas remonta ao Império Romano. As ruínas de habitações romanas e pré-romanas, além da tradição de curas milagrosas feitas no século XI, nos fazem crer que as águas tenham sido utilizadas em épocas muito remotas. No entanto, foi na Idade Média que surgiram os primeiros indícios de consumo da água por parte da população local, que, durante a jornada de trabalho no campo, bebia diretamente das fontes naturais.

"Na Idade Média, a população local começou a consumir a água das fontes que, até então, era usada em curas termais."

No entanto, foi na Idade Média que surgiram os primeiros indícios de consumo da água por parte da população local, que, durante a jornada de trabalho no campo, bebia diretamente das fontes naturais.

"Em 1871, o médico Júlio Rodrigues reconhece as propriedades da água de pedras salgadas. Dois anos depois, a água ganhava seu primeiro prêmio mundial."

Em 1871, o reconhecido médico transmontano Júlio Rodrigues proclamou a excelência das propriedades das águas termais de Pedras Salgadas. Dois anos mais tarde, em 1873, veio a consagração mundial. Uma amostra de água marcou presença na Exposição Internacional de Viena de Áustria, tendo sido reconhecida com um prêmio.

A companhia águas de pedras salgadas é criada em 1874.

Quando se começam a criar infraestruturas para o seu engarrafamento e distribuição em 1893, já Água das Pedras era largamente reconhecida e premiada em diversas exposições internacionais.

A companhia água de pedras salgadas nasce em 1874. Põem-se mãos à obra e criam-se as infra-estruturas para em 1879 a água ser engarrafada e distribuída.